Reencarnação e Karma

A teoria da reencarnação da alma é encontrada nos textos sagrados hindus e nos de filósofos gregos como Platão e Aristóteles. Também denominada de transmigração das almas, considera não só que a alma sobrevive à morte do corpo, mas que reencarna em outro momento histórico com objetivo de purificação e aprendizado.

Somente após atingir um grau de pureza e sabedoria elevados é que a alma passa para um outro estágio e não encarna novamente no planeta Terra.

Para Annie Besant, esta seria a explicação mais justa a respeito das desigualdades humanas, relativas aos dons e imperfeições natos, uma vez que considera o homem como o resultado do seu próprio passado individual, ou seja, o que fez de si mesmo.

Ainda de acordo com esta visão, a alma humana inicia um ciclo de vidas como uma semente, sem conhecimento, sem consciência, sem discernimento. Ao longo de sucessivas experiências como ente encarnado, constrói faculdades mentais e morais, de forma que o caráter com que nasceu na vida atual foi moldado pelo seu livre arbítrio, a partir das suas escolhas anteriores.

A explicação de que o caráter manifestado ao nascer seria resultante da criação divina, é rechaçada pela autora por ser semelhante a uma loteria, em que alguns tiram o bilhete premiado e outros não. Além disso, aquele que tirou uma boa disposição, não fez nada para merecer isso, nem aquele que tirou uma doença congênita. A bem-aventurança ou tormento distribuídas ao acaso retiram a justiça de Deus e o poder do homem.

A teoria da reencarnação, no entanto, deposita no ser humano o poder da escolha, ao mesmo tempo que ensina sobre a responsabilidade de seus atos. A cada vida se acumulam experiências que serão proveitosas nas próximas encarnações, bem como aquelas, que ao contrário, exigem uma purificação. Este conceito tem o nome de karma entre os hindus e está profundamente enraizado com a teoria reencarnacionista.

E você, acredita em reencarnação? Deixe sua opinião nos comentários.

Compartilhe
Categoria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *