50 tons de verde

A experiência de caminhar mata adentro revela uma miríade de formas e tons da vegetação local. É incrível como o formato das folhas é variável e diverso. O mesmo ocorre com a tonalidade do verde das plantas.

A vegetação parece se desdobrar em milhares de tonalidades, cada qual com a sua beleza única.

Entretanto, quando avistamos a mata à distância, o verde predomina, mas sem revelar as tonalidades. Parece um bloco uniforme e somente quando nos aproximamos, percebemos suas partículas singulares.

Esse mistério da natureza revela ensinamentos para quem trilha o caminho espiritual sobre a diversidade e abundância.

Diversidade Natural

Ao mesmo tempo que cada folha é única, ela também compõe o conjunto da mata, sem perder suas características.

A diversidade na unidade é uma característica da natureza que a humanidade também vivencia, repetindo o padrão.

Cada alma é única, um indivíduo, mas ao mesmo tempo, sem perder a singularidade, somos unos, ligados uns aos outros pela condição de seres humanos.

A abundância da natureza

Além disso, a abundância parece se manifestar espontaneamente no reino vegetal. As sementes crescem, dão flores e frutos e também geram mais sementes para fertilizar outros solos, compartilhando a sua fartura.

A natureza tende ao equilíbrio e desenvolveu um sistema de regulagem autônoma a favor da vida, eliminando aquilo que já cumpriu o seu papel para favorecer a renovação e continuidade. Assim, a vida floresce em abundância.

 O corpo também renova suas células continuamente, no entanto, nem sempre o mesmo ocorre com os padrões de pensamento e de emoção, que impedem a conexão com o fluxo natural da abundância e a sua plena manifestação.

Então, se você se encontra em um padrão de escassez ou de falta de valor próprio, pense sobre as lições da natureza em uma refrescante caminhada por um bosque. Perceba a singularidade de cada vegetação e a abundância exuberante ao redor.  Então, busque conexão interior com essas forças, despertando-as para guiarem o teu caminho e a tua vida.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *