Equilíbrio Divergente

Qual seria a sua facção se você fosse um personagem da série Divergente?

A trilogia, da autora Veronica Roth, foi adaptada para o cinema em três filmes, até o momento: Divergente, Insurgente e Convergente.

Na trama, a sociedade é organizada em cinco facções: abnegação, erudição, audácia, franqueza e amizade. Cada facção representa um conjunto de valores e estilo de vida e seus membros são definidos por filiação ou personalidade.

A protagonista da série, no entanto, apresenta características de todas as facções e por essa razão é considerada divergente do padrão estabelecido. Cada um vive de acordo com seus valores, mas, os divergentes, ao mesmo tempo em que se são capazes de se integrar em qualquer uma das cinco facções, são elementos disruptivos que rompem os paradigmas vigentes.

Por um lado, as facções representam um mundo ideal, no qual encontramos seres semelhantes que partilham da mesma visão de mundo e apresentam características de personalidade similares. Por exemplo, em audácia, todos os integrantes são estimulados a desenvolver a bravura e coragem.

Comungar valores pode facilitar a convivência interna entre os membros da tribo, mas não entre as diferentes facções, que são pouco tolerantes entre si.

A divisão social já foi aplicada em algumas sociedades. A Índia adotava o sistema de quatro castas, inspiradas na religião hindu:

  • sacerdotes e sábios;
  • guerreiros;
  • comerciantes; e
  • artesãos, camponeses e operários.

Platão ao formular uma cidade ideal também propõe uma divisão social em três classes:

  • os filósofos;
  • os guerreiros; e
  • os trabalhadores artesanais e agrícolas.

Além disso, tanto a tradição hindu quanto Platão, estabeleceram uma conexão similar, associando o tema com partes do corpo humano. Para os hindus, as castas surgiram do corpo do deus Brama (boca, braços, pernas e pés). Platão, por sua vez, compara as classes com a cabeça, o coração e a região do baixo ventre.

O objetivo dessas correlações certamente atende a fins didáticos e simbólicos, que não serão abordados aqui. Extrapolando essa analogia para o exemplo inicial da trama Divergente, poderíamos representar cada uma das facções por uma parte do corpo humano. Franqueza, por exemplo, seria a boca. No entanto, a boca só tem função se estiver conectada a um corpo. Não existem bocas vivendo de forma autônoma, ou seja, as facções são complementares.

Extrapolando mais uma vez, e se todas as facções fossem partes da nossa personalidade interagindo harmoniosamente, assim como os órgãos humanos?

A personagem divergente é a heroína do filme justamente por integrar de forma equilibrada os valores e estilos de todas as facções.

No entanto, além de integrar é preciso equilibrar. E como encontrar esse equilíbrio?

No meio termo. Segundo Aristóteles, a virtude não está nos extremos, e se encontra no meio termo entre dois vícios.

A tradição astrológica ilustra magistralmente  esse equilíbrio, e por essa razão,  correlacionou-se as facções  com os quatro elementos astrológicos:

  • Fogo: Audácia;
  • Terra: Amizade;
  • Ar: Erudição e Franqueza;
  • Água: Abnegação.

A seguir, uma tabela descritiva das características do excesso ou falta dos elementos, ou das facções, se preferir:

Fogo: Audácia

Excesso Impaciência, agressividade, imprudência
Ausência Letargia, desânimo, covardia

Terra: Amizade

Excesso Ceticismo, mesquinhez, inflexibilidade
Ausência Utopismo, perdularismo, desorganização

Ar: Erudição e Franqueza

Excesso Prolixidade, indecisão, insubordinação
Ausência Inequidade, provincianismo, obtusidade

Água: Abnegação

Excesso Complacência, passionalidade, credulidade
Ausência Misantropia,   insensibilidade, baixa criatividade

Assim, para o equilíbrio interno temos que fomentar as características de todas as facções, bem como balancear a sua expressão. Nem muito e nem pouco. O justo meio.

divergente

http://www.thedivergentseries.movie/#divergente

http://divergenteofilme.com.br/teste/

 

 

Compartilhe
Categoria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *