De onde? Por quê? Para quê? Uma astrologia da Alma

Astrologia da Alma

E se…

O ser humano pudesse se lembrar da trajetória da sua Alma até o planeta Terra e do seu despertar para a vida neste corpo?

De onde teria vindo?

Por que veio?

E para que veio?

Um sonho revelou-me as respostas.

A Alma existe antes da vida e sobrevive à morte, sendo a sua morada o reino celeste.

A Terra é como uma escola para a Alma, um laboratório de aprendizado prático e dinâmico. Estamos aqui para evoluir, aprendendo mais, e também para colher e experimentar os frutos semeados anteriormente. Algumas vezes, esses frutos podem ser amargos, mas mesmo o sentir do sabor desagradável, também é um aprendizado.

Uma dica útil para os viajantes menos experientes: semeie frutos bons e não culpe ninguém, além de si mesmo, pelos frutos amargos. A colheita resulta da semente plantada. Além disso, a próxima colheita poderá ser melhor. Concentre-se em cultivar o solo com boas sementes que os frutos doces virão.

Por fim, o para quê. Cada Alma é uma partícula única e singular da chama divina. Somente Ela pode revelar a faísca de luz do Criador da qual é portadora.

Sim, estamos aqui para brilhar, reluzir. E é isso que acontece quando vivemos alinhados com o nosso propósito de vida. Nossa missão na Terra é irradiar Luz e há muitas maneiras e estágios de como se fazer isso. O grau de revelação da Luz pode ser denominado como consciência.

E para que nada fosse esquecido, todas essas informações foram codificadas em uma linguagem simbólica: o mapa astrológico. Sim! Cada Alma tem seu mapa para auxiliá-la a não se perder neste mundo, com as direções apontadas do para quê, dos porquês e da sua origem.

Mais do que um manual de instruções e guia de autoconhecimento, o mapa astral é também o código da Alma, seu DNA. E assim como a genética não é destino, no sentido de que hábitos e estilo de vida influenciam na ativação ou desativação dos genes, o mesmo sucede com o mapa. A astrologia revela o potencial, mas não determina a sua expressão. “Os astros inclinam, mas não determinam”, diz o adágio.

Então qual é o determinante? A consciência, a faísca da Luz reluzente que a Alma é portadora.

O grau de irradiação da Luz, não pode ser mensurado pela astrologia. No entanto, quanto maior for a consciência, maior a superação dos pontos obscuros do mapa astral e maior a abundância de manifestação das potencialidades positivas.

Somente o fogo da Alma brilhando pode revelar os aspectos positivos em sua plenitude e superar os negativos.

Manter acesa essa chama e compartilhar a Luz é a grande missão da Alma. Trabalho árduo, para o qual a astrologia é uma ferramenta útil, entre muitas outras. Evidentemente que aqui nos referimos a uma astrologia da Alma, uma astrologia à serviço da Luz.

Então, conecte-se com a tua Luz e brilhe!

 


  • Gostaria de de conhecer a astrologia da Alma do teu mapa astral? Consulte a loja de Sincronicidade: https://www.facebook.com/sincronicidadelab/shop/?rt=19
  • Para receber a continuação deste artigo, assine a lista aqui: http://goo.gl/XARFEO
  • Curta a página https://www.facebook.com/sincronicidadelab/

 

 

 

 

 

 

Compartilhe
Categoria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *